quinta-feira, 26 de dezembro de 2002

Mais fotos
Montei uma galeria com 13 fotos de Miguel em seu primeiro mês de nascido.

Cinema 2003
Acabo de saber que duas amigas jornalistas, Drica Martorano e Adriane Canan, foram selecionadas pra fazer um curso na prestigiada Escola de Cinema de Cuba. UHUHU!!! Tou muito feliz por elas.

domingo, 22 de dezembro de 2002

Miguel ensaia muitos risos pela vida afora.


Foto DVeras

Zero Online
O melhor jornal laboratório dos cursos de jornalismo do Brasil agora ganha uma versão na internet. Tenho uma forte ligação afetiva com ele, onde ensaiei alguns dos primeiros vôos jornalísticos quando era aluno da UFSC. Boas lembranças das exaustivas noites de baixamento turbinadas a vinho vagabundo, suor, risos e muito tesão pelo trabalho. Não posso dizer que comecei do Zero, porque antes de vir pra Floripa cursei dois anos na UFRN e lá tínhamos a Agência de Notícias Tec-Tec, feita com um dinossáurico mimeógrafo. Mas certamente ele foi um marco que deixou seqüelas maravilhosas em meus neurônios.

Feliz e próspero
Recebi dezenas de cartões de Natal via corrreio, e-mail e web. Este ano, a exemplo de anteriores, não vou responder a nenhum, exceto as mensagens personalizadas (pronto, já criei uma tradição :). Fica aqui, então, meu agradecimento a todos que se lembraram de mim. Felicidades pra vocês e suas famílias, agora e sempre que possível. Festas, muitas festas, paz e harmonia.

sábado, 21 de dezembro de 2002

Vem chegando o Verão...
Hoje às 8 da noite, depois de uma semana de sono atrasado e muita remada no micro, concluí um frila que é o último trabalho de 2002. Uff!!! A partir de amanhã, até seis de janeiro, o traje oficial é calção de banho.

O jovem, a camiseta e o hippie neoliberal
Da série textos moribundos, mas imortais: Emerson Tomate Gasperin conta sobre um inusitado passeio de escuna no reveillon de 2001 em Floripa, e como Zé Dassiva fez o timoneiro dar a volta em pleno clímax pra buscar um camarada retardatário.

terça-feira, 17 de dezembro de 2002

Dia lindo
Hoje de manhã Miguel deu o primeiro sorriso!
:-)))

sábado, 14 de dezembro de 2002

O adeus do cacique

Foto José Pinto

Foi-se Orlando, o último dos quatro irmãos Villas Bôas, adorado pelos índios do Xingu. "Perdemos nosso pai", diziam o cacique Raoni e os guerreiros Megaron e Bepkum, chorando durante o velório na Assembléia Legislativa de São Paulo.

Que história de vida admirável! De onde vêm a fibra e a generosidade com que se fazem homens assim?

sexta-feira, 13 de dezembro de 2002

Anarquismo
E por falar em livro, no dia 16 a partir das 20h30, no Café Matisse, Fábio Brüggemann vai lançar Para que serve o Estado? e outras questões sobre Direito e Cidadania. "Trata-se de um diálogo que mantive por e-mail durante dois anos com o promotor público de Itaiópolis, SC, Pedro Roberto Decomain, sobre diversas questões relativas ao direito e, como diz o título, à existência do Estado", conta o amigo autor. "Claro que não chegamos a nenhuma conclusão e por isso o título é interrogativo, mas o fato de duas pessoas de áreas distintas publicarem um diálogo sobre o tema, ao mesmo tempo tão presente e pouco debatido, torna o livro, apesar de eu ser suspeito pra tal comentário, interessante. Mantivemos a coloquialidade de uma conversa eletrônica, o que torna o livro também palatável, sem o discurso empolado dos juristas".

Ilhas
A amiga Helô Dallanhol lançou ontem no Café Matisse Quinze ilhas em um ano. No livro ela conta, de forma ficcional com boas pitadas autobiográficas, um pouco sobre suas aventuras em várias ilhas onde morou ou por onde passou, como a de Santa Catarina, as Canárias e as Baleares. Editora Letras Contemporâneas, R$ 25,00, capa de Fábio Bruggemann com ilustração de Zé Dassilva, ambos presentes na seção ArteAmigos de meu saite.

Nova fase
Miguel completou um mês de nascido ontem. Agora, tecnicamente, não é mais um RN (recém-nascido), e sim um lactante jovem. Ontem ele ganhou de presente uma chupeta. Conversamos com o pediatra sobre os prós e contras e ele nos sugeriu experimentar, já que nosso lactante jovem adora ficar pendurado no peito por horas e horas, chupetando. A recomendação é usar de forma moderada - sempre tirar depois que ele dorme - e tirar em definitivo aos nove ou dez meses de idade, pra não prejudicar a arcada dentária.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2002

O dilema da chupeta
Coloquei uma msg numa lista de amigos, perguntando aos painhos e mãinhas o que achavam do uso da chupeta pelos bebês. Resposta do Frank:
é quinem birita...beber ou não beber? pode crer q eles sentem um prazer danado de bom nisso. mas faz mal se demorar muito a tirar...entorta os dentinhos. Aí vc troca a chupeta com o Coelhinho da Páscoa por um ovo de chocolate tamanho 72. Qdo ele terminar de comer um troço desse tamanho já vai estar indo pro exército.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2002

Joca

Pateta em Nova Yorque,
do brodinho Joca Wolff, vai ser lançado no dia 17 de dezembro (terça-feira), a partir das 19h30, na Loja Sintonia/Café em Si (em frente ao Lagoa Mix), na Lagoa da Conceição. O livro, publicado pela editora Letras Contemporâneas, de Florianópolis, é uma coleção de 40 poemas-piada escritos no Harlem, o bairro negro da cidade, entre 2000 e 2001. Tem um rap-ente mais longo como poema-título, que brinca com o Poeta en Nueva York, famoso poema de García Lorca. Trilha sonora do livro – e do lançamento: música negra nacional, isto é, internacional...

Onírico
Sonho doido high-tech: o berço de Miguel tinha um microcomputador acoplado, com um programa que dava o log das mamadas. Informava a hora, a duração, quantos ml consumidos e se ele tinha arrotado ou não. Hmm, com certeza não substitui o instinto de mãe e pai :-))

sábado, 7 de dezembro de 2002

Auto-pingpong dos sentidos
um toque: pele
dois sons: mar; Tom
três cheiros: neném; café; chuva
quatro gostos: água; fruta; vinho; peixe
cinco imagens: rostos; plantas; horizonte; lua; estrelas

Deu no jornal
Vincent, meu pintor favorito, continua despertando paixão e cobiça. Roubaram dois quadros dele ontem do Museu Van Gogh, em Amsterdã, informa a AE/Ansa. As duas obras são da fase holandesa dele - Igreja Protestante de Neunen, de 1884, e Vista da Praia de Scheveningen com Tempestade, de 1882. Estive nesse museu em 97 e confesso que, apenas como exercício de imaginação, cheguei a pensar em como alguém faria pra surrupiar uma daquelas obras. Mas juro que sou inocente.

sexta-feira, 6 de dezembro de 2002

Argumento de um conto
Inverno rigoroso, escala de vôo numa capital do Leste Europeu. O avião não pode decolar por causa da neve. A contragosto, os passageiros precisam esperar e são levados a um hotel, pago pela companhia aérea. O homem aproveita para lembrar da família, mulher e filho pequeno que estão em Montevidéu. No dia seguinte, vai ao aeroporto e tenta embarcar, mas a tempestade de neve continua forte. Retorna ao hotel. A noite transcorre parecida com a anterior: banho, jantar e cama. De manhã cedo ele tenta mais uma vez. Novo adiamento. A rotina se repete, como num limbo. Na manhã seguinte ele retorna ao aeroporto e finalmente o informam que seu vôo vai partir. No saguão, fica próximo de um casal de adolescentes de seus 17 anos e escuta a conversa deles. Aparentemente, conheceram-se na viagem e se sentem atraídos um pelo outro. Contam suas vidas. O rapaz diz que é uruguaio e comenta: "Neste mesmo aeroporto, há muitos anos, meu pai morreu de acidente aéreo durante uma tempestade de neve". O homem olha bem para o rosto do rapaz e toma um susto: é seu próprio filho!

O autor do conto (que é bem melhor que meu resumo) é Mário Benedetti, grande poeta e dramaturgo uruguaio. Li há seis anos, durante uma longa viagem de ônibus à Patagônia, e fiquei bastante impressionado.

quinta-feira, 5 de dezembro de 2002

Reflexão sobre o tempo
- "Às vezes, quando me encontro com velhos amigos, lembro-me de como o tempo passa depressa. E isso faz com que eu me pergunte se utilizamos nosso tempo bem ou não. A utilização adequada do tempo é de extrema importância. Enquanto tivermos esse corpo e especialmente esse assombroso cérebro humano, creio que cada minuto é algo precioso. Nossa existência diária é repleta de esperança, embora não haja nenhuma garantia quanto ao nosso futuro. Não há nenhuma garantia de que amanhã a esta hora estaremos aqui. Mesmo assim, trabalhamos para isso apenas com base na esperança. Portanto, precisamos fazer o melhor uso possível do nosso tempo. Creio que a melhor utilização do tempo é a seguinte: se for possível, servir aos outros, a outros seres sencientes. Se não for possível, pelo menos tentar não prejudicá-los. Creio que esta é toda a base da minha filosofia".
Dalai Lama, em A Arte da Felicidade

terça-feira, 3 de dezembro de 2002

Sonho
Estamos numa caverna, estudando hieroglifos de povos antigos. De repente encontro alguns sinais muito familiares. É meu próprio blog!

Estado especial
Ano fértil esse 2002... Mais duas gravidezes recém-anunciadas por amigos: Nynne e Nikolaj, de Copenhague; e Duda e Sérgio, de Salvador.

Amazônia
Belo texto de Giorgia sobre Adelson, um ribeirinho que ela e o marido conheceram na Amazônia.

Evolução
Anteontem caiu o coto umbilical de Miguel. O que seria do homem sem seu umbigo?

sábado, 30 de novembro de 2002

Cinema e música
Essa valsa de Strauss que comentei agora, Ondas do Danúbio, me lembra um belo filme de Emir Kusturica: Quando papai saiu em viagem de negócios (1985, Palma de Ouro em Cannes). A história se passa nos anos 50 na Iugoslávia e é contada do ponto de vista de um menino, que toca essa música no violino. O pai dele é preso por causa de intrigas políticas e ao garoto é dito que ele está viajando.

Dezoito dias

Miguel dançou a primeira valsa: Ondas do Danúbio, uma das mais lindas de Strauss. Do CD Valsas Vienenses para Bebê, presente da amiga Simone. O par dele foi o papai aqui, e os passos tavam mais pra forró, mas ele gostou bastante. Mãe Laura e vó Nilza, que faziam um lanche, quase engasgam com os biscoitos de tanto rir.

De manhã fomos passear na feirinha de produtos orgânicos da Lagoa da Conceição. Encontramos Jeffrey e a linda Dora, de três anos. Há poucas semanas ela tinha visto a gente na praia e Laura tava com a barriga enorme. Hoje ficou impressionada de ver o neném no carrinho e de a barriga ter sumido.

Enquanto eu esperava elas fazerem as compras, parei o carrinho de Miguel ao lado de uma mesinha de pedra na pracinha. Três crianças de seus cinco ou seis anos batiam papo. Pesquei esse trechinho:
- Eu devia tar na segunda série, mas tou só na primeira.
- Por quê?
- Rodei no prezinho.
- Nunca ouvi falar de ninguém rodar no prezinho.
Eles levantaram e saíram correndo antes que eu soubesse a conclusão do papo. Se é que precisava ter alguma.

sexta-feira, 29 de novembro de 2002

Fim de governo
Uma amiga que trabalha num Ministério em Brasília conta como anda o clima por lá: "Hoje o telefone tocou quatro vezes aqui na assessoria. Três eram engano".

quinta-feira, 28 de novembro de 2002

Cearenses

Duas curtinhas que ouvi no Ceará, um celeiro brasileiro de bom humor:

Seu Lunga tá deitado com a mulher e ela começa a se sentir mal. Fala pra ele:
- Lunga, tá me dando uma coisa.
- Recebe.
- Mas é uma coisa ruim, Lunga!
- Então devolve.

(essa é melhor contando ao vivo)
A mãe diz pro menino:
- Meu filho, chama seu pai pra dentro.
Ele, chupando a respiração, grita: - Paaaaai!!!

Aqui tem mais

Racismo no Brasil (2)

O Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos) lançou este mês um boletim especial com a pesquisa A desigualdade racial no mercado de trabalho. É um documento essencial pra quem se interessa pela realidade brasileira e sonha com um país melhor. O estudo mostra que os pretos e pardos recebem metade do rendimento dos brancos, em média. Há alguns indicadores eloqüentes. Em 1998 o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano, indicador criado pela Organização das Nações Unidas) do Brasil foi calculado em 0,748, ficando em 74º lugar no ranking mundial. Esse índice coloca o Brasil entre os países de desenvolvimento humano “médio-alto”. Quando o IDH brasileiro é desagregado para as populações branca e negra, os valores encontrados são bem diferentes. Entre os brasileiros brancos, atingiu 0,796. Se fosse considerada só esta parcela da população, o Brasil estaria em 48º lugar no mundo, classificado entre os países de desenvolvimento humano médio-alto. Já o IDH da população negra brasileira foi calculado em 0,680. Considerando somente esta parcela da população, o Brasil despencaria para a 108ª posição e estaria entre os países de desenvolvimento humano médio-baixo, como Zimbábue e Lesoto. O boletim do Dieese está disponível em arquivo pdf no site do Observatório Social.

Racismo no Brasil (1)

Excelente a reportagem de capa da última Carta Capital: O Brasil em preto-e-branco. Ainda não tá no site deles, mas se você quiser dar uma força à melhor revista semanal do país, compre na banca. Quem assina o texto é Hélio Santos, doutor em Administração pela USP e autor do livro A busca de um caminho para o Brasil, que propõe alternativas para superar esse pesado carma coletivo. Ele defende o desenvolvimento de uma tecnologia específica para superar a exclusão. Mais que um mutirão pela cidadania dos excluídos, a idéia é criar um modelo de auto-sustentação nacional, forte o suficiente para vencer uma inércia de meio milênio. Essa reportagem devia ser lida e debatida em todas as escolas brasileiras.

quarta-feira, 27 de novembro de 2002

Vínculo

Hoje à tarde eu segurava Miguel no colo depois de uma mamada. Pela primeira vez nesses 15 dias fora do útero, ele me encarou bem demorado. Ficamos assim, olhos nos olhos, namorando por uns bons 15 minutos. Me pareceu todo o tempo do universo.

Logo depois do nascimento, Miguel reconheceu a minha voz, que ele ouvia quase todos os dias durante a gravidez de Laura. Agora, uma faísca de compreensão em seu rosto me mostra que ele associa a voz ao rosto e ao cheiro. O mundo caótico começa a fazer algum sentido. Pra ele e pra mim :-)

O mar é o tema da decoração que comemora a chegada de Miguel. Quadrinhos na parede, pinturas nas fraldas, potinhos decorados e outros mimos feitos pela titia Ana Tuyama. Se ele puxar ao pai, vai aprender a engatinhar e a andar na beira da praia.




terça-feira, 26 de novembro de 2002

Ouvindo

Life is what happens to you
when you´re busy making other plans
Beautiful, beautiful, beautiful
beautiful boy


(John Lennon)

segunda-feira, 25 de novembro de 2002

Onírico
Hoje sonhei com os deliciosos biscoitos amanteigados que eu comia na casa de um amigo de adolescência em Natal, enquanto estudávamos pro vestibular. Eram feitos pela avó dele, se não me engano. Curiosas essas gavetinhas do inconsciente. Eu não pensava nisso há 18 anos. Biscoitos amanteigados...

Flash Award 2002
Linda animação, cheia de referências a pintores e artistas plásticos.
[via Frank]

domingo, 24 de novembro de 2002

Parquinho legal

Hoje Miguel deu o primeiro passeio de lazer - as outras duas saídas foram de obrigação, pra tomar vacinas e ir à consulta médica. Fomos ao parque ecológico do Córrego Grande. Belo lugar, a menos de 2 km daqui de casa. Tem trilhas na mata nativa, brinquedoteca, fraldário, parquinho infantil, tanque com tartarugas, viveiro de árvores frutíferas, laguinho pra pesca esportiva, muitos passarinhos livres... Assistimos a um espetáculo inesperado: o ensaio de um coral da igreja Luterana. Ele dormiu o tempo inteiro e só acordou pra mamar. Mas pela expressão de seu rosto, deve ter tido sonhos doces.
*
Tudo ok na consulta. A pediatra do H.U., Maria Fernanda, disse que Miguel vem ganhando em média 38 g por dia.
*
Tio Magrão e tia Elô visitaram o pequeno ontem. Ficaram com os olhinhos brilhando, cheios de idéias. Magrão acha que ele vai ser surfista quando crescer.
*
Da série "pensamentos aleatórios": se fabricassem um perfume com cheiro de neném, ia fazer o maior sucesso.

"Um começo é um momento muito delicado."
De Duna, roteiro de David Lynch baseado no romance de Frank Herbert


quinta-feira, 21 de novembro de 2002

Giorgia me conta que 2002 é regido pelo Arcanjo Miguel

"Um ano regido pelo Arcanjo do sol tem a luz como principal característica. A luz é a essência do Criador, a explosão de amor que tornou possível a nossa existência. A ação do Arcanjo Miguel tem, portanto, a força da verdade, que se distribui como a luz e o calor do sol por toda a humanidade, de forma especial durante o ano de 2002.

"Evocar sua proteção é fazer-se responsável por distribuir esta verdade em forma de caridade, justiça social, amor, compreensão e luta pelo Bem, sem discriminação. Assim age a poderosa energia deste Arcanjo em todos os setores de nossa vida: trabalho, família, empreendimentos, saúde, prosperidade, amor... não há departamento em que ele não se manifeste, abre luminosos caminhos para quem nele confia.

"Para todas as dificuldades, apresenta solução; para todos os justos desejos, a satisfação. O Arcanjo do Sol tem sua força potencializada no domingo, que é o seu dia, e com as cores que vão do amarelo ao laranja em flores, velas, enfeites e roupas. O topázio amarelo, as jóias e os adornos em forma de sol trazem, pela evocação constante, a necesssária confiança aos que os usam na busca de seus ideais."

"Mas o principal é orar o salmo do Arcanjo Miguel - 118 (hebreus), mentalizando os desejos, concentrando a poderosa energia que vem dele, buscando levar a todos sua luz, que traz amor, prosperidade, progresso, felicidade e união com a força Divina!"

[Agenda Cabalística 2002, Sônia Adhariass Soares, Ed Ativa/M]

Nove dias de vida extra-uterina. Miguel tá adorando. Por enquanto seus interesses se limitam ao essencial: mamar, dormir, fazer cocô e chorar quando seus desejos não são atendidos. Em certas coisas o reizinho me parece bem precoce. Quando ele passeia no nosso colo, gosta de girar a cabeça e observar os objetos pela casa. Seu pescocinho é mais firme que os da maioria dos recém-nascidos que conheci. Ele fica mais bonito a cada dia. Nossas vidas se transformaram por completo. Ainda nem tenho consciência completa da dimensão disso. O ego passa por uma metamorfose. A descoberta do amor incondicional é maravilhosa e me faz crescer. Alguns sinais coditianos de mudança: tenho acordado cedo de bom humor, tou dirigindo mais devagar e fico louco pra chegar logo em casa depois do trabalho.

segunda-feira, 18 de novembro de 2002

Miguel news - telegráficas

Hoje, aos seis dias de idade, Miguel fez o primeiro passeio. Foi ao centro de saúde do Saco dos Limões tomar vacina BCG, Hepatite B e fazer o teste do pezinho. Duas horas de espera (dormindo), três picadas e muito choro, mas logo se acalmou.
*
Na hora do teste do pezinho, a enfermeira se admirou da potência do chute do bichim. Talento precoce?
*
Falar em futebol, titio Rubinho deu a ele um mini-uniforme completo do Sport Club do Recife, o "Leão do Norte".
*
Hits da gravidez: Bach e Uatki - não lembro o nome das faixas agora. A música acalma mesmo. Só não funciona quando ele tá com fome. Aí é o maior o berreiro e ele só fica tranqüilo com o peito da mãe :)

domingo, 17 de novembro de 2002

Pra guardar com carinho
Esta mensagem de felicitações é especial. Foi enviada pela doce amiga Giki e é dirigida ao neném. É a primeira carta de amor que ele recebe.


Miguel,

parabéns pela tua chegada!

Que tu és um menino muito sortudo a gente já sabia: conheço teu pai e tua mãe faz muito tempo e sei as jóias raras que eles são. Vão te ensinar tanto, e tanta coisa bonita da vida, podes ter certeza. Claro, a gente sabe que tu vais ensinar coisa pra caramba pra eles, também. Aliás, a essas alturas já deves ter dado um belo intensivo de beleza-e-magia-da vida nos dois, que com certeza estão em estado de graça. A gente vai deixar tu e a tua mamãe descansarem um pouco e daqui a um tempo a gente vai te conhecer. Te prepara pra conhecer a tribo das pessoas que amam e admiram os teus pais por aqui, Miguel. Vai ser um desfile e tanto. Ver a vida pelas mãos da Laura e do Dauro vai ser uma grande e linda aventura. Já deves ter sentido o ar da primavera na pele e na tua primeira abrida de olhos o carinho do sol que fez nessa tarde em que tu nasceste. Sabes, eu tava ali bem pertinho, cortando o cabelo no shopping Trindade, e por volta da hora em que tu nasceste uma senhora olhou pela janela e disse: "Puxa, mas que dia lindo!" Olhei pela janela e concordei. Obrigada, Miguel, por mais essa: nos trouxeste a primeira luz do verão da esperança. Benvindo a este lado da vida, queridinho.

Laura, minha lindinha, Dauro querido, que alegria!!!!!!!
Com amor, Giki

sexta-feira, 15 de novembro de 2002

Este é o gatão Miguel tirando um cochilo em casa ontem de tarde, quando chegou da maternidade.




Agradecimentos (2)

Agradecemos de coração as felicitações pela chegada de Miguel, vindas de Florianópolis, Amiens (França), Amsterdam (Holanda), Ansbach (Alemanha), Atlanta (EUA), Barcelona (Catalunha, Espanha), Blue Mountain (Austrália), Brasília, Boston (EUA), Cabo Frio (RJ), Copenhagen (Dinamarca), Curitiba, Los Angeles (EUA), Cambridge (Inglaterra), Fort Lauderdale (EUA), Fortaleza, João Pessoa, Le Mans (França), Luanda (Angola), Natal, Niterói, Oslo (Noruega), Port of Spain (Trinidad e Tobago), Portland (Maine-EUA), Porto Alegre, Praga (República Tcheca), Recife, Rio de Janeiro, Rolim de Moura (RO), Russas (CE), Saint Louis (EUA), Salvador, San Martin de los Andes (Argentina), Santiago (Chile), Santos, São José (SC), São Paulo, Sydney (Austrália), Toronto (Canadá), Vancouver (Canadá) e outros lugares do planeta azul.


Um abraço carinhoso aos amigos e parentes que telefonaram, mandaram e-mails e nos visitaram até o momento. Desde já peço desculpas pelas omissões e esquecimentos dessa lista parcial. O papai aqui tá com mil pensamentos na cabeça e um monte de novas tarefas domésticas pra fazer. Sabemos também que muitos não entraram em contato, mas estão com a gente em pensamento nesta hora feliz. Valeu,


Adauri Antunes Barbosa, Aderbal Filho, Ademir Demarchi, Admilson Casé, Adriana Martorano, Adriane Canan, Aglair Bernardo, Aidan Doyle, Alexandre Camargos, Alexandre Gonçalves, Alexandre Michels e Cecilia Marió, Alfredo Casa, Aline e Gustavo Cabral, Aluízio Amorim, Ana Maria Tuyama Angheben, Luimar Angheben, Amanda, Pedro e João, André Alves, André Gassen, André Veras, Andréia e Beatriz Rodrigues Veras, Andrew Cameron, Ângela, Antonio Carlos 'Caco' dos Santos, Renata e Clara, Antonio Rocha Júnior, Hideharu Augusto Tuyama, Bárbara Leal, Berê Biachi, Beth e Javier Parada, Butch, Camilla Sá Freire da Silva, Camillo Veras, Regina e Bruna Luna Veras, Carlos Locatelli e Raquel Mombelli, Carlos Kober, Carlos Tuyama, Cristina, Camilla e Eduardo Tuyama, Cecília, Celso Martins, Cezar Revoredo, Chico Faganello e Luiza Lins, Chico Sander e Luciana, Claudia Repsold, Clemente Manz, Clóvis Scherer, Cynara e Mauro Martini, Darlene Costa, David Levin, David Perez, Debbie, Débora Timm de Carvalho, Denia Bittencourt, Denise, Dianne Jackson, Diógenes Botelho e Adriane, Dubes, Dulce Márcia, Eduardo Gomes, Eduardo Mira, Elisabete e Antônio, Émerson 'Tomate' Gasperin e Christiane 'Nega' Balbys, Etemístocles Bertoldo, Elaine e Luís, Fábio Brüggemann e Heloísa Espada, Fabiano Morais, Fábio Gadotti, Fábio Giorgio, Fábio 'Mutley' Bianchini, Fernanda Medeiros, Fernanda Zacchi, Fernando Goss, Flávio Ferreira, Fliti e Lúcio Lambranho, Frank Maia e Ana Paula Lückmann, Gabriela Véras, Geilton Costa da Silva, Germain Bustos Pérez, Gerônimo Brumatti, Gilka Girardello e Jeffrey Hoff, Giorgia Sena Martins, Gisele 'Megui' Losso, Gonzalo Pereira, Gustavo Gadelha, Hélène Chambe Eng e Eirik Eng, Hélio Matosinho e Joana, Henio Bezerra, Henrique Búrigo, Herval Carrilho, Hugo Manso, Imara Stallbaum e Mafalda, Jakzam e Tetê Kaiser, Karen Brouwer, Katia Maia, Kjersti, Erik e Marion Lunde, Kristian e Marianne Foss, Janara Veras, Gabriela, Gabriel e Vinicius, Jeanie Beani, Jesper Nilsen, Geraldo Hoffmann e Simone, João Camillo, Valcelene e Christiane, João Augusto Dantas, João Vianney e Márcia, Joca Wolff e Valéria Mattos, Joice Sabatke, Jorge Augusto Güenul, Carmen, Juliana y Yara, Juliana Farias, Júlio Gurgel, Kátia Klock, Leo Sperb e senhora, Leonardo Camillo e Vanessa Schultz, Leslie Paas, Lígia e Celso, Lotus, Luciana da Costa, Luís Carlos Ferrari e Suely Figueiredo, Luís Pereira, Luís Oléa, Luiz Stefanes e Simone, Ma Junê, Mafaldo Júnior e Norma, Maiara Medeiros, Marcelle Minho, Marcello Castro, Marcelo 'Pato' de Andrade, Marcelo Spina, Marco Silva e Mea, Mardônio Veras, Margarida e Robério Seabra de Moura, Maria das Graças, Marialice de Moraes e Zé Edu, Maria e Raúl Burgos, Maria Luiza Araújo, Maristela, Marli Henicka, Marques Casara e Tatiana, Maurice Bazin, Maurício Oliveira e Cristiane Miranda, Michel Fauquet, Morgana Barbieri, Nando Pereira, Nara Pimentel, Nelson Jacomel Júnior, Neodir e Cris Comunello, Nynne Livbjerg, Nilva Bianco, turma do Observatório Social, Pablo Prudêncio, Paulinho e Dione, Philip Blazdell, Saskia de Boer e Max Blazdell, Phillip Roxburg, Regina Carvalho, Rejane Andrade, Ricardo Barreto, Ricardo Medeiros, Vera Dias e Gabriela, Ricardo, Ilana e André Szpilmann, Ricky Weigand e Aninha, Rogério 'Magrão' Mosimann e Elô, Romir Rocha, Ronaldo Rosa, Rosana, Rosane Lima, Rubinho Chaves Vargas e dona Estela, Rui Andrade, Sérgio Ricardo, Sérgio Vignes, Silvânia Pedrosa e Julio Miguel Piroh, Silvia Pavesi, Silvio da Costa Pereira, Simone Lucena, Sônia Tuyama, Antônio Gerassi Neto, Corina e Estéfano, Sônia Maluf, Suerda Veras Pedrosa, Tereza Cristina Pereira Barbosa, Ulysses Dutra, Valmor Fritsche, Victor Eduardo Scarabel, Vilma Lúcia, Wilson Cruz de Magalhães, Yan Boechat, Zé Dassilva e Thaís, Zé Gatti.

Agradecimentos (1)
Em primeiro lugar, ao Pai do Universo e Mãe Natureza, pela generosidade em nos dar o presente da vida. Aos nossos pais, que deram o exemplo de como educar filhos com sabedoria. Em especial à mãe de Laura, dona Nilza, que veio nos dar uma força preciosa nessas primeiras semanas. Aos nossos irmãos, que experimentaram primeiro e nos estimularam a encarar essa viagem. Aos amigos, principalmente os papais e mamães corujas, que deram grande incentivo. Um abraço afetuoso à equipe da maternidade do Hospital Universitário, impecável no profissionalismo, no afeto e no respeito ao ato de nascer. Enfim, à humanidade com quem compartilhamos o destino, por existir e nos dar esperança.

terça-feira, 12 de novembro de 2002

EXTRA! EXTRA!

Nasceu neste 12 de novembro de 2002 às 15h13min em Floripa o meninão Miguel Tuyama Veras da Silva. Veio com 3,780 kg, 50 centímetros, olhos puxados e uma vasta cabeleira negra. O parto foi natural, de cócoras, na maternidade do Hospital Universitário da UFSC. Mamãe Laura e o baby estão ótimos e não se largam. Papai Dauro, ainda emocionado com tudo, não pára de rir. Vim em casa só tomar um banhozinho e já volto pra passar a noite na maternidade. Fotos e mais novidades em breve.

domingo, 10 de novembro de 2002

Dia branco
Domingo de chuva, 15 graus em Floripa. Belo dia pra ficar em casa vendo vídeo debaixo das cobertas, ler um bom livro e, quem sabe, ir à maternidade ter um filho.

sábado, 9 de novembro de 2002

quinta-feira, 7 de novembro de 2002

Você já tem compromisso pra janeiro?
Vem aí o Fórum Social Mundial 2003. Um dos eventos mais importantes da luta contra a ditadura do pensamento único vai acontecer em Porto Alegre, de 23 a 28 de janeiro. É uma mega-festival de diversidade. Se há algo parecido no século 21 com o que representou a simbologia de Woodstock nos anos 60 é este encontro. No ano passado participaram 60 mil pessoas. Este ano estão sendo esperadas 100 mil, entre políticos, artistas, pesquisadores, músicos, punks, monges budistas, gays, índios, avós da praça de maio e muitas outras tribos do planeta. O ponto em comum entre todos é a crença no sonho de que um outro mundo é possível.

segunda-feira, 4 de novembro de 2002

Quase na hora
Hoje Miguel completa 39 semanas. Olha só a cara feliz de mamãe Laura.

Foto Leslie Paas

Banzo culinário 2
Delícias amazônicas da minha infância - morei em Manaus dos cinco aos sete anos:
- pirarucu (o "bacalhau brasileiro")
- tucunaré assado na escama
- tambaqui cozido
- tacacá
- pato no tucupi
- farinha d´água

domingo, 3 de novembro de 2002

Banzo culinário
A tapioca de sábado me avivou a memória afetiva pra comida nordestina. Algumas que mais sinto falta aqui no Sul:
- cuscuz
- carne-de-sol com manteiga de garrafa
- paçoca com feijão de corda
- castanha de caju
- pitomba
- suco de mangaba
- caranguejo
- queijo de manteiga
- sequilho
- alfinim


Lendo e adorando: Shantala

ShantalaComprei este livro de Frédérick Leboyer depois da recomendação enfática de Tomate e Blue, dois amigos que são pais recentes. Valeu cada centavo. Com um estilo simples e poético, ele dá dicas precisas sobre a técnica indiana milenar de massagear bebês. Casamento perfeito entre ciência e tradição. Tenho certeza que o mundo seria um lugar muito mais feliz se todos tivéssemos ganhado massagem da mãe quando bebês.

Editora Ground, 168 páginas, 28 reais

sábado, 2 de novembro de 2002

Banner novo
Tirei a foto na praia de Ponta das Canas. Em geral gosto mais de mar grosso, mas essa é uma das minhas praias preferidas na Ilha quando tou a fim de nadar. Água morninha e tranqüila, visu de cartão postal.

Água na boca
Hoje matei a vontade de uma das comidas que tenho mais saudade da culinária nordestina: tapioca. O restaurante da Cida Baiana, na Lagoa, abriu um café rural & tapiocaria. Delícias e mais delícias. Minha meta é, aos poucos, experimentar todo o cardápio.

Loucos
Bernard Shaw, citado por Millôr:
''Todo homem sensato aceita o mundo como ele é. Só os loucos tentam reformar o mundo. Portanto todo progresso depende dos loucos''.

sexta-feira, 1 de novembro de 2002

As Sem-Razões do Amor

Carlos Drummond de Andrade

Eu te amo porque te amo,
não precisas ser amante,
e nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
e com amor não se paga.

Amor é dado de graça,
é semeado no vento,
na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
e a regulamentos vários.

Eu te amo porque não amo
bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
feliz e forte em si mesmo.

Amor é primo da morte,
e da morte vencedor,
por mais que o matem (e matam)
a cada instante de amor.

quinta-feira, 31 de outubro de 2002

E o prêmio Paranoid News de hoje vai para o jornal canadense National Post:
Brazil's leader pledges to build nuclear arsenal

Bela crônica do amigo Marques Casara:

Os bodes do presidente

Domingo à noite eu estava sentado numa fileira de cadeiras dispostas em um dos auditórios do hotel Intercontinental, no centro financeiro de São Paulo. Umas 200 pessoas esperavam o presidente eleito, a maioria formada por representantes de governos estrangeiros. À direita eu tinha um gringo que não conseguia ficar sentado. Nervoso, olhava o relógio e perguntava o tempo todo:
- Viene el presidente?
- Si, si, viene el presidente, eu respondia.
Meu pensamento estava longe. Pensava: Ele vai levar os bodes? Será que vai mesmo levar os bodes?
Lá na frente tinha um telão retransmitindo a Globo: comentaristas informavam sobre a apuração. Na minha esquerda estava minha mulher, enrolada numa bandeira vermelha e branca. Ao lado dela, uma senhora chorava com abundância. Uns 60 anos de idade, bem vestida, advogada. Repetiu dezenas de vezes a seguinte frase: “fomos muito discriminados, fomos muito discriminados”. Depois contou que é uma pessoa rica e que há 15 anos ficou amiga de Marisa da Silva. Tudo mudou a partir de então. Decidiu abraçar a causa operária. Virou motivo de chacota e preconceito no bairro de elite onde vive.
- Todas as minhas amigas me abandonaram, mas agora nós vencemos.
E chorava lagrimas que contivera durante décadas.
Duas fileiras adiante estava a mulher da América Central, corpo todo marcado pelos combates na selva. Guerra química aplicada pelos americanos, segundo disse, e que deixou sua pele como a de um crocodilo. Ao lado dela tinha um homem muito velho com um desenho estranho no braço.
- O que é esse desenho?
- Não é desenho, filho. É um número. Um dia fui um número no campo de concentração....
Pensei: tem aqui uma turminha bem heterogênea.
Mais a frente tava o Zé Dirceu, o Mercadante, a Marta. Quando a Benedita entrou o auditório quase veio abaixo. Poucos minutos antes,na TV, Lula havia dito que Benedita era a primeira negra a assumir um cargo de governadora, e que isso era tão importante quanto a abolição da escravatura. Disse com as palavras dele, carregadas de emoção e que não consigo reproduzir.
- Viene el presidente? Si, viene!!
E eu com a idéia fixa: será que vai levar os bodes?
Os pasteizinhos haviam terminado e só restavam farelos nas bandejas quando o Lula entrou no auditório. Seus olhos brilhavam de um jeito que nunca vou esquecer. Todos levantaram, bateram palmas, cantaram, gritaram e deram graças. Falou 15 minutos. Não consegui prestar atenção. Pensava nos bodes. Passei o segundo turno inteiro pensando nos bodes do Lula.
Faltava um mês para a eleição quando ele tocou no tema. Estava na chácara que tem São Bernardo, sentado numa grande mesa de madeira ao ar livre, a espera do almoço dominical. Fazia um sol de rachar e era um dos poucos dias de folga do candidato. As 10 da manhã Marisa havia decretado: é proibido falar de trabalho. E ai, é claro, todos ficaram sem assunto. As crianças jogavam bola no quintal, as mulheres preparavam a salada, os homens ajudavam no fogão. Música caipira no 3 em 1. Fiquei pensando se era o mesmo 3 em 1 que o Collor havia dito que era melhor que o dele. Deveria ser, pois a sonoridade era péssima.
O Lula tava sentado na grande mesa. Dia de folga, nem pra cozinha foi.
- Sabe, tem uma coisa que às vezes eu fico imaginando – disse ele.
- São esses meus bodes que eu tenho aqui na chácara, essa meia dúzia de bodes que tão ali naquele cercadinho.
Abriu os braços e fez um movimento amplo, como a libertar os bodes do pequeno curral.
- Eu fico pensando nesses bodes todos pastando naquele gramado que tem em volta do Palácio do Planalto, aquela graminha verde e tenra que tem em volta da casa do presidente.
E riu da própria piada. Pegou um violão que tinha em cima da mesa e caminhou até a rede. Pediu para o filho trazer o outro violão e ficaram lá, ensaiando uma moda.
Segunda feira passada falou na televisão ao meio dia, na condição de presidente eleito. São Paulo parou. As pessoas que caminhavam no centro se amontoaram em frente aos bares para assistir o pronunciamento. Os funcionários deixaram de lado o que faziam e ligaram a televisão, o rádio de pilhas. Os taxistas do ponto deixaram a conversa de lado e aumentaram o volume do rádio.
O que está acontecendo?
É o Lula, o presidente. Está fazendo o pronunciamento.
Não era a final da copa do mundo. Era o presidente agradecendo ao povo. Não falou dos bodes. Mas falou de união, de respeito, de dignidade. Falou de esperança.
Sinto-me um bode libertado.
(por Marques Casara)

segunda-feira, 28 de outubro de 2002

Power to the people: o dia seguinte a um dia histórico
Ontem de noite fui comemorar na rua. E vi a festa cívica mais bonita da minha vida, talvez só igualada aos comícios do movimento Diretas Já. Logo depois que Lula fez seu pronunciamento como presidente eleito, o povão cantou junto o hino nacional. Foi lindo olhar as pessoas nos olhos, falar com elas sem precisar de palavras. De arrepiar! Um personagem, entre tantos, me chamou a atenção: um sujeito vestido com uma roupa engraçada verde colante, com capa e óculos grandes. Na roupa tava escrito: Super-cidadão. Essa fé coletiva numa vida mais justa, por mais ingênua que possa parecer, é poderosa. É energia em estado puro, água jorrando em comportas abertas de milhões de Itaipus. A mudança é inevitável.
*
Hoje vi muita gente rindo "à toa". Ressaca de festa boa que lavou a alma. De tarde, li a notícia que Lula pretende criar uma Secretaria Emergencial de Combate à Fome, já no dia primeiro de janeiro. Prioridade acertadíssima: um país não vai pra frente com suas crianças de barriga vazia. No Jornal Nacional ele enfatizou essa obsessão: fazer com que todo brasileiro possa ter direito a três refeições por dia. Um dia vou poder mostrar ao meu menino os jornais de hoje e dizer: "Filho, você nasceu num tempo difícil, mas maravilhoso, porque as pessoas não tinham vergonha de sonhar".

sábado, 26 de outubro de 2002

Serviço de xarjincasa

Frank Maia

Tudo pronto pra goleada
Bela capa do Página 12, da Argentina:


Pagina 12

quinta-feira, 24 de outubro de 2002

Feliz
Contagens regressivas. Três dias pra eleição de Lula. Três semanas pro nascimento de Miguel. Hoje fizemos o último ultra-som. O garotão tá saudável e já pesa 3,2 kg. Que emoção ouvir seu coração batendo, vê-lo se mexer na barriga de Laura! Tenho a maravilhosa certeza de que este nascimento vai ser o grande marco das nossas vidas. A.M. e D.M. - Antes de Miguel e Depois de Miguel.

Tá chegando a hora
Estive no comício de Lula ontem no Largo da Alfândega. Foi o último de sua campanha. Da parte dele, não senti clima de sapato alto, e sim a consciência aguda de viver um momento histórico. O PT vai assumir o poder com uma enorme responsabilidade, a de saciar a sede de justiça de milhões de brasileiros. Lula sabe muito bem: pode até cometer alguns erros nesse caminho - e provavelmente o fará. Mas não pode se dar ao luxo de falhar nesse compromisso. O Brasil é um dos países mais injustos do mundo e PRECISA mudar. Tou muito otimista. Não haveria momento melhor pra ter um filho.

quarta-feira, 23 de outubro de 2002

terça-feira, 22 de outubro de 2002

Lula sem barba no blog de Mário AV

An open letter to the president of the United States of America
A íntegra da carta de Sean Penn

domingo, 20 de outubro de 2002

Isso é cinema
Vi hoje o excelente Janela da Alma, documentário de João Jardim e Walter Carvalho. O filme reflete sobre a importância do olhar pra quem tem problemas de visão. Traz 19 depoimentos, entre eles os de Wim Wenders, José Saramago, Hermeto Paschoal, Marieta Severo, João Ubaldo Ribeiro, Manoel de Barros. Tem um final lindo que me fez chorar.

Carta aberta contra a guerra
Um dos melhores atores americanos da nova geração, Sean Penn, publicou na sexta-feira em anúncio no Washington Post uma carta aberta a George Bush, criticando a postura belicista do presidente americano, a manipulação do debate e as ameaças às liberdades civis. Penn, que é um dos meus atores favoritos, ganhou também minha admiração como homem de coragem e princípios.
[via Nando]

Vídeos catarinas
Um toque do Silvio que vale conferir:
O Museu da Imagem e do Som (MIS/SC) e a Cinemateca Catarinense realizam entre 21 e 26 de outubro o 4º Catavídeo - Mostra de Vídeos Catarinenses. O evento acontece no Espaço Multimídia, Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis. A edição desse ano conta com 46 vídeos inscritos, dos mais variados estilos e sobre os mais variados temas. Todos os trabalhos inscritos são exibidos, o que torna a Mostra uma das mais ecléticas do país. Este ano haverá apresentação de vídeos de surf, skate, clips de bandas, filmes trash, documentários e outros de caráter experimental.

Serviço de Xarjincasa

Frank Maia

Quer receber todo dia por e-mail? Peça pro Frank

Humor nordestino
Pra ler, ouvir e gargalhar: site do Mução

Frase lúcida pinçada de um editorial
"Se José Serra está em dificuldade, não é porque a nação virou petista. Em primeiro lugar, é porque o governo fracassou. Agora, pergunto: por que o bom cabrito não teria de berrar?"
Mino Carta, editor de Carta Capital e um dos melhores jornalistas do Brasil

Nos labirintos da tradução
A Carta Capital desta semana traz uma ótima matéria sobre casos de traição ao texto original das obras. Na primeira edição de Uma breve história do tempo, de Stephen Hawking, por exemplo, foram identificados 714 erros crassos de tradução - uma média de 2,7 por página. Coisas como o sobrenatural "diretamente do além" em vez de "verticalmente" (directly overhead). A polêmica rendeu até duas teses de pós-graduação. No romance O jogo de amarelinha, de Julio Cortázar, o tradutor confundiu lechuza (coruja) com lechuga (alface) e produziu uma alface empalhada em cima de uma escrivaninha. Em Rebeldes Primitivos, outra pérola: um tal de General Will, militar citado freqüentemente no texto, na verdade era "vontade geral". Seria engraçado se não fosse um atentado à cultura. Pra economizar, as editoras contratam profissionais pouco qualificados e prestam um desserviço aos leitores.

sábado, 19 de outubro de 2002

Café do BraZil: o sabor amargo da crise

Foto Sérgio Vignes


Já está na web a reportagem que fiz com a colega jornalista Débora Lerrer e o repórter fotográfico Sérgio Vignes sobre a crise social na cafeicultura brasileira. A versão impressa foi publicada no dia 18 de setembro em São Paulo durante o lançamento de uma campanha mundial da Oxfam, O que tem no seu café?. A publicação foi editada pelo Observatório Social em parceria com CUT, Contag e Oxfam Internacional.

Versão html

Versão pdf

Mídia, eleições e propaganda subliminar
Excelente a nota de Mário AV: "Operação Portugal" ou A mídia que não assume o que pensa. Até o momento ela já tem 29 comentários. Traz um debate de qualidade rara no meio blogueiro. Acrescento um detalhe curioso sobre cores e propaganda subliminar que uma amiga me chamou a atenção: recentemente a Veja publicou reportagem com o tema "Mentira" em cor vermelha na capa (leia-se Lula). Pouco depois, na semana da eleição, ela veio com a manchete "Você decide" e cor azul na capa (leia-se Serra). Coincidência tem limite.

sexta-feira, 18 de outubro de 2002

"A fantasia do medo é aquele perverso simiesco duende que pula sobre as costas do homem quando ele carrega justamente o fardo mais pesado."
Friedrich Nietzsche, filósofo alemão ("Humano, Demasiado Humano. Um Livro para Espíritos Livres")

quinta-feira, 17 de outubro de 2002

Contagem regressiva
Faltam quatro semanas pra Miguel chegar.

Cegonha
Zé Dassilva vai ser papai! Thaís vai ser mamãe! Tou muito feliz pelos amigos.

Cidade dos Homens (2)
Comentário lúcido do brodinho Marques Casara sobre a nova minissérie da Globo:
"Muita gente não gostou. Também quero dar minha opinião. Não acho que a série seja ruim. Acho até muito boa, bem escrita e bem dirigida. Esteticamente requintada e muito bem fotografada. Tem poucos efeitos especiais e usa muito a câmera na mão, o que dá esse efeito realista. Acho também que a TV Globo deixou para trás boa parte daquela mania de retratar um Brasil irreal, inclusive no Jornal Nacional. Na linha de show, as telenovelas há muito se tornaram um produto de grande valor cultural. Têm um papel central no processo de formação do imaginário brasileiro, o que é maravilhoso. Temos a mania de ver a cultura popular por uma perspectiva elitista e extremamente conservadora, baseada em modelos lineares. Conhecemos um pouco mais do que nosso próprio bairro e gostamos de palpitar a partir de valores preconcebidos. Numa perspectiva teórica, acho que a base da transformação social não está no emissor (TV Globo), mas no receptor (nós e as donas de casa). Cidade dos homens retrata o dia-a-dia a partir do receptor das mensagens e dos excluídos socialmente. Por isso achamos uma merda. Pertencemos a uma classe média que não gosta de ser esquecida na programação. Quando acontece, nos apavoramos. Estão de parabéns a TV Globo e a produtora O2."
Concordo 100%.


Candidato que apela ao terror não merece a presidência
Depoimento que a atriz Paloma Duarte deu no programa eleitoral desta quarta-feira:
"Eu estava ontem à noite na minha casa, com meu marido Marcos, e a gente estava assistindo ao programa eleitoral do José Serra. Há muito tempo eu não me sentia tão revoltada. Eu me senti desresepeitada, me senti violentada como cidadã brasileira, como eleitora. Veja bem, eu não estou aqui para falar mal de ninguém. Eu vim aqui registrar o meu protesto. Eu procurei o pessoal do Lula e pedi para vir aqui fazer esse depoimento. Para dizer o quanto eu estou chocada com o uso do terrorismo, com o uso do medo numa campanha para presidente da República do meu país. Será que já não basta o medo que o Brasil vive no seu dia-a-dia? O medo de você sair na rua e ser assaltado, o medo de milhões de brasileiros desempregados que não sabem como sustentar suas famílias, o medo de você morrer doente na fila de um hospital público. A eleição vai passar. O Brasil continua. E eu quero dizer que um candidato que precisa aterrorizar a população brasileira em vez de se calcar às suas próprias virtudes para tentar se eleger não merece meu respeito. Não merece minha confiança, e, no meu entender, não mereceria jamais ser Presidente da República."

quarta-feira, 16 de outubro de 2002

Cidade dos homens
E pra não falar só de lixo na TV: que coisa BOA essa minissérie da Globo com os meninos atores de Cidade de Deus! O primeiro episódio mostrou os amigos Acerola e Laranjinha tentando descolar dinheiro pra ir ao passeio da escola em Petrópolis. Roteiro muito bem bolado. Enquanto a professora ensinava sobre as guerras napoleônicas e a vinda da família real pro Brasil, eles viam de perto a guerra de quadrilhas na favela. As gravações foram no Morro Dona Marta, pertim de onde morei em Botafogo. Não perca os próximos capítulos.

terça-feira, 15 de outubro de 2002

Baixaria
E a Regina Duarte, hein? Que coisa asquerosa a participação dela na propaganda de Serra. Apelar pro medo do caos é golpe baixo.

Zé Simão: "Entendi a mão aberta do FHC: dólar a R$5!!!"

segunda-feira, 14 de outubro de 2002

Lendo
Cidade de Deus
No aeroporto de SP comprei Cidade de Deus, de Paulo Lins. Porrada! Tão bom quanto o filme. Em duas horas devorei 50 páginas. Também andei folheando um livro maravilhoso na casa do Blue e da Cris: Shantala, um manual que ensina a técnica de massagem indiana pra bebês. Pretendo comprar e manter na cabeceira da cama. Outros dois companheiros de leituras aleatórias nas últimas semanas: A arte da felicidade, do Dalai Lama (simplicidade+profundidade+bom humor); e Zen e a arte da manutenção de motocicletas - uma investigação sobre valores, de Robert Pirsig (bela viagem filosófica).

Domingão de praia
Dia gostoso com Laura & Miguel no Campeche, bem no visual da foto aí do banner. Silvio também tava lá, surfando. Almoçamos juntos no Canto da Lagoa. Camarão frito no alho e óleo e postas de anchova. Hmmm...

Pesquisa
Datafolha de sexta: Lula 58%, Serra 32%. Pra virar esse jogo, Serra teria que ganhar mais de um milhão de votos por dia até a data da eleição. Mas não quero cantar vitória antes do tempo...

Bali
Fiquei chocado com o atentado na Indonésia. Que loucura! Como as pessoas podem ser tão cruéis e fanáticas?

sábado, 12 de outubro de 2002

Serviço de Xarjincasa
Em Santa Catarina (56% Lula) tá tudo paziamô, bicho!


Frank Maia
por Frank Maia


Diário de bordo: Chile

Santiago


Cheguei ontem de Santiago, onde passei três dias cobrindo um seminário sindical sobre a Alca. Já estive outras três vezes na capital chilena, e sempre há coisas novas a descobrir. Santiago tem uma mistura peculiar de herança européia e indígena. É um ótimo lugar pra conhecer caminhando. Nesses dias de primavera, se destacam o verde brilhante das árvores e o pôr-do-sol dourado na neve dos Andes, que dominam a paisagem. Vivi dois momentos especiais: o primeiro foi uma partida de xadrez que joguei contra um rapaz tetraplégico. Ele vende bijuterias na feira de artesanato de Santa Lucía. Curtimos uma boa hora de comunicação não-verbal. Dei trabalho, mas ao final ele me ganhou e ficou contentíssimo. O segundo momento foi no próprio seminário. Os líderes sindicais do Cone Sul estão eufóricos e em grande expectativa quanto às eleições brasileiras. Todos se dão conta do que a vitória de Lula pode significar em mudança pra todo o continente. Alguns se referiram com emoção a Simón Bolívar e ao ideal de união latino-americana. Fiquei tocado com o sentimento de irmandade em torno desse sonho.

terça-feira, 8 de outubro de 2002

Pausa pra uma rápida viagem de trabalho. Volto em alguns dias. Ah: espero que você não precise, mas esse site um dia pode lhe ser útil: Como dar nós em gravatas

Expectativa
Mais três semanas de suspense. No meu caso a expectativa é dupla: Miguel deve chegar por volta de 10 de novembro. Sinto que vai tudo correr bem e a alegria também vai ser em dobro.

domingo, 6 de outubro de 2002

sexta-feira, 4 de outubro de 2002

Eleição brasileira repercute na Europa
The Economist
A revista britânica The Economist traz reportagem de capa sobre a ascensão de Lula e o pavor que a eleição dele - tida como praticamente garantida - provoca nos mercados financeiros. Em mim e em milhões de brasileiros isso tá é lavando a alma. Na noite de 6 de outubro, espero soltar um grito de alegria que tá preso na garganta desde 1989.

quarta-feira, 2 de outubro de 2002

Seria pelos lindos olhos azuis?

Frank Maia
Serviço de Xarjincasa por Frank Maia

terça-feira, 1 de outubro de 2002

Reta final

Vote 13


Laura, Miguel e eu fomos ontem à noite ao comício de Lula em Floripa. Emocionante! Apesar da chuva, o Largo da Alfândega tava cheio de gente disposta a ouvir o futuro presidente. Lula falou sobre o aprendizado com as derrotas anteriores. Sobre sua luta pra que as pessoas possam ter dignidade e educação. E disse que está de bem com a vida. Havia no ar um sentimento geral de euforia por compartilhar um momento histórico. Fiquei emocionado de estar lá com meu filho por nascer, fazendo parte desse sonho coletivo. O Brasil vai mudar.

segunda-feira, 30 de setembro de 2002

Sábado de sol na praia de Moçambique. Tínhamos acabado de fazer a trilha da Lomba do Ingá, que começa na praia do Santinho e atravessa uma vegetação de restinga. O mar estava uma delícia, mas ainda um pouco frio. Por outro lado, ninguém se queixou da temperatura do vinho tinto. Esta é a primeira de uma série de trilhas que o pessoal pretende fazer nesta primavera.

Floripa, 28.09.2002
Foto: Gustavo Cabral

Coma quando tem fome. Beba quando tem sede. Durma quando está cansado.
Máxima budista

Vizinhança
Alexandre Magno, blogueiro aqui da Ilha, aposentou o Omnimodo. Agora faz o Ofício de Viver.
*
Criminal também mudou, mas não de blog, e sim de apartamento. Tá morando no mesmo condomínio que eu, no prédio vizinho.

Mercado nervoso...


Frank Maia
Serviço de xarjincasa by Frank

domingo, 29 de setembro de 2002

Arqueologia da faxina
Dez livros ainda não lidos que estão na estante à minha espera
(= dez opções de lazer econômico para os dias de dureza):
1. Tao-te king (Lao-Tsu)
2. Sem logo (Naomi Klein)
3. O jogador (Dostoievski)
4. Maíra (Darcy Ribeiro)
5. A idade da razão (Sartre)
6. Moby Dick (Melville)
7. Ansiedade da Informação (Richard Wurman)
8. A arte da felicidade (Dalai Lama)
9. Carma-cola (Gita Metha)
10. Distúrbio eletrônico (Critical Art Ensemble)

Aleitamento Materno
De 1 a 7 de outubro vai ser comemorada a XI Semana Mundial de Aleitamento Materno. Pesquisa do Ministério da Saúde em 2001 revelou que no Brasil o aleitamento materno exclusivo, que devia ser de seis meses, dura em média 23,4 dias. Mesmo assim, o número de crianças que mamam no peito cresceu nos últimos dez anos. É o que informa a pediatra Lourdes Perez Teixeira, uma das coordenadoras do Projeto de Amamentação Integrada, em artigo na Revista do Terceiro Setor.

Volta ao mundo
Aidan Doyle, um viajante australiano que hospedei aqui em casa há alguns meses, colocou na web uma seleção de fotos que tirou em nove meses de viagem ao redor do planeta. Tem também uns textos hilários, como The Doyle Awards for Lack of Excellence in Tourism. Um trecho:
História menos plausível de um guia de turismo: nosso guia na Irlanda do Norte disse que Chuck Norris havia treinado Elvis em caratê e que ele tinha tido uma briga contra John Lennon. Depois Elvis ficou com incontinência e explodiu em um toalete.

sexta-feira, 27 de setembro de 2002

Primavera
A faxina de Ângela, do Tempo Imaginário, virou até poema. A que fizemos ontem aqui em casa não chega a tanto, mas abre bons espaços nas estantes abarrotadas. Desencavei cada coisa pra botar na cesta seção... Uma fita cassete de Beto Barbosa. Pilhas estouradas (serviço de utilidade pública: elas devem ser depositadas em locais especiais de coleta). Convites para formaturas que não fui. Recortes irrelevantes de jornal. Pastas de seminários. Folhetos turísticos. Cupom vencido de promoção pra lavagem de carro. Cartão telefônico sem crédito. Apostilas velhas. Uma secretária eletrônica quebrada. Um calendário de 1997. Por outro lado, também reencontrei muita coisa interessante. Conto outra hora.

Caminhando e cantando
Neste sábado vamos fazer uma trilha no norte da Ilha pelo Caminho da Lomba do Ingá, que liga as praias de Santinho e Moçambique.

quinta-feira, 26 de setembro de 2002

A imaginação a serviço do Brasil
Ato de apoio de intelectuais, artistas, cientistas à candidatura de Lula. Lançamento do manifesto Agora é Lula. Segunda, 30 de setembro, às 15 horas no Plenarinho da Assembléia Legislativa de Santa Catarina. Passe adiante este convite.

Cinema!
Nando viaja amanhã pra acompanhar um dos eventos mais importantes do cinema no Brasil, o Festival do Rio BR. Nos intervalos entre uma sessão e outra, ele vai publicar uns comentários no WowBlog. Assisti às edições de 2000 e 2001 quando morava no Rio. Cosama! Novidades do mundo inteiro. Filmes a um real na periferia, cinema de graça nas areias de Copacabana... Um delírio audiovisual que durante 15 dias transforma a cidade. Este ano serão mais de mil sessões com 400 filmes de 47 países.

Café do Brasil - o sabor amargo da crise
Nando comenta a reportagem que fiz recentemente para a campanha da Oxfam sobre a crise na cafeicultura. Valeu!

Quando os blogueiros cometem jornalismo
Dica do Jotaesse: rolou, semana passada, um painel de debates promovido pela University of California Graduate School of Journalism. O debate foi moderado pelo diretor do programa de novas mídias Paul Grabowicz, que coordena o Curso de Blog introduzido no currículo do Curso de Jornalismo daquela universidade. Participaram 75 estudantes de jornalismo e os seguintes "cobras" do blogging internacional: Dan Gillmor, colunista do San Jose Mercury News; Scott Rosenberg, editor da Salon; as veteranas blogueiras Rebecca Blood (autora de The Weblog Handbook) e Meg Hourihan (co-autora de We Blog); e J.D. Lasica, editor do OJR-Online Journalism Review, da USC. Leia a matéria aqui.

American psycho
Uma amiga canadense, Überjeanie, está ajudando a vender essas camisetas. São bem apropriadas pro momento.

quarta-feira, 25 de setembro de 2002

Mais fotos da gravidez. Estas foram tiradas na Joaquina e na Praia Brava.

O Tema Blog, do jornalista Raphael Leal, se propõe a compilar artigos, textos e endereços de sites que tratam de blogs.Tem muita coisa interessante por lá.

terça-feira, 24 de setembro de 2002

Ver roupinha de bebê secando no varal... não tem preço.

Vi e gostei
Um belo filme, Cidade de Deus. Daqueles que a gente curte a expectativa, o durante e o depois. Com certeza entra pra lista das melhores realizações do cinema brasileiro. A história botou o dedo na ferida e tem provocado muita polêmica. Teve gente que acusou os diretores Fernando Meirelles e Katia Lund de distorcer a realidade. Mas peraí, qual é a narrativa que não faz isso? (pra usar num argumento em mesa de bar, enquanto se pede mais uma cerveja: "Defina realidade.") Cidade de Deus é uma obra de ficção e assim deve ser vista. E você? Gostou?

Blogueira
Mais um blog escolhido a dedo: Dizem, de Rosana.

Conectado
Finalmente tá resolvido o problema da conexão. Como não cultivo ressentimentos, mandei pro espaço todas as notas que escrevi com flames pro meu provedor. Bola pra frente, paz e amor, Lula presidente.

segunda-feira, 23 de setembro de 2002

O nome dele é Miguel. Data prevista pro nascimento: 11 de novembro. Lula lá, Miguel cá.

Primavera
Céu azul sem nuvens, temperatura amena, árvores florando. A primavera chegou pra valer. Cosama (coisa mais linda)!
*
Parece que o problema da conexão vai ser resolvido hoje com a instalação de uma antena de rádio no prédio.

sábado, 21 de setembro de 2002

Cachoeira news
Ótima notícia: Silvio Ligeirinho informa que o amigo Cachoeira está se recuperando. Recobrou a consciência, já reconhece as pessoas e em breve será transferido da UTI pra um apartamento do hospital. Viva!

quinta-feira, 19 de setembro de 2002

Cachoeira
Notícia triste: o amigo Valdir Cachoeira, jornalista do Sindicato dos Bancários de Floripa e grande figura humana, tá na UTI do Hospital Celso Ramos. Tem um coágulo no cérebro. Ele está sedado e seu estado é grave. Pra quem o conhece e quem não o conhece, peço uma corrente de energia positiva que ajude o Cacho a sair dessa. Fé!

O que tem no seu café?
Acabo de chegar de SP, onde a Oxfam lançou ontem simultaneamente em 22 países uma campanha que denuncia a miséria dos pequenos cafeicultores e o oligopólio das transnacionais. Quatro corporações - Nestlé, Sara Lee, Kraft e Procter & Gamble - controlam a metade do comércio de café no mundo. O relatório brasileiro foi escrito por mim e pela colega jornalista Débora Lerrer - em breve coloco um link aqui. O relatório internacional está no site www.maketradefair.com.

terça-feira, 17 de setembro de 2002

De Sampa
Tou num ciber da Alameda Jaú, em São Paulo, nove pilas a hora. Viagem rápida a trabalho. Se precisar falar comigo, ligue pro celular. Retorno à Ilha na quinta - e espero ter boas notícias da Globalite...

quarta-feira, 11 de setembro de 2002

Um minuto de silêncio...
...por todas as vítimas do terrorismo no planeta. Hoje, em especial, pelos que morreram nos atentados de 2001 nos Estados Unidos; e por Salvador Allende e os milhares de chilenos que perderam as vidas no golpe militar de 1973, patrocinado pela CIA. Não há justificativa moral para o terror, venha de onde vier.

sexta-feira, 6 de setembro de 2002

Huit femmes
Vi ontem Oito mulheres (François Ozon). É teatro filmado, o que na maioria dos casos dá um péssimo resultado, mas nesse filme é diferente. A história prende a atenção. Oito mulheres numa casa cercada de neve, onde um homem ligado a elas é encontrado morto com uma faca nas costas. Belos diálogos, um tema musical pra cada uma e, de quebra, interpretações magistrais de Fanny Ardant, Catherine Déneuve e Emanuelle Béart.

Elza Soares
Ouvi e adorei: Do cócix até o pescoço. Destaque pra música que Elza canta com Chico Buarque. Tem tudo pra se tornar um clássico da MPB.

Papel Jornal
DVeras em Rede foi citado em matéria do Silvio Ligeirinho sobre blogs no jornal do Sindicato dos Jornalistas de SC. Valeu!

Censura
China bloqueia o Google. Leia no E-media Tidbits (in English)

quarta-feira, 4 de setembro de 2002

Serviço de Xarjincasa do Frank


Frank Maia

Árvore genealógica
Veja no Blogtree os três blogs que inspiraram a criação deste e os "blogs irmãos" - que também foram inspirados por algum desses três. Ainda não há blogs filhos, ao que parece.

O debate de ontem na TV Record entre os candidatos a presidente foi de matar de rir. Pra quem não viu, uma amostra:

Do Garotinho
"Você eleitor, tem que que saber. Não é a Elba Ramalho nem o Chitãozinho e Xororó que vão governar o Brasil. É ele (Serra - apontando)!!! O candidato do governo!!!

Se você (Serra) tem a fórmula de gerar 8 milhões de empregos, oferece para o Fernando Henrique. Dá tempo de gerar mais de 600 mil empregos até o final do governo. Manda os desempregados passarem no comitê do PSDB na segunda-feira.

O dinheiro que você (Serra) me passou e ficou guardado foi para vacinação e não para a dengue. Ou o senhor acha que dá para acabar com a dengue vacinando mosquito?

Muito me orgulha ver o senhor (Ciro) fazendo autocrítica, isso é elogiável.

Do Lula
O Serra que foi ministro do planejamento, e não planejou nada...

Do Ciro (pra Serra)
O senhor, que vem me atacando de forma covarde, sem se identificar, agora tem a oportunidade de fazer os ataques na minha frente...

terça-feira, 3 de setembro de 2002

Palavras sábias
"As you press on for justice, be sure to move with dignity and discipline, using only the weapon of love. Let no man pull you so low as to hate him. Always avoid violence. If you succumb to the temptation of using violence in your struggle, unborn generations will be the recipients of a long and desolate night of bitterness, and your chief legacy to the future will be an endless reign of meaningless chaos."
~ Martin Luther King Jr. (The Most Durable Power, 1956)
[via Nando]

Faça seu próprio curta
[dica da Cora]

Neve em SC
Entre domingo e segunda-feira nevou por sete horas seguidas na serra catarinense. Belas imagens na TV. Aqui em Floripa a temperatura ficou abaixo dos 9 graus à noite.

Encontro de blogueiros
Catarinas está organizando um encontro de blogueiros do estado no dia 30 de novembro em Floripa. Talvez um acampamento. Legal. Mas nessa data devo estar bastante ocupado trocando fraldas...

Hoje é o aniversário de Camilla, minha fiel sobrinha e leitora. Parabéns! Bjs!

segunda-feira, 2 de setembro de 2002

30 semanas
O bebê já pesa 1,4 kg, mede 40 cm e se mexe bastante. Deve estar curioso sobre o mundo aqui fora. Pra sorte dele, vai nascer na primavera e escapar do friozão que tem feito esses dias.

Hoje é aniversário do mano Camillo, que mora em Fortaleza.

Sobre ler & escrever
"Autor: um tolo que, não contente em ter aborrecido os que viveram com ele, insiste em atormentar as futuras gerações".
(Montesquieu)
"Acho a televisão muito educativa. Sempre que alguém liga o aparelho eu passo para outro cômodo e leio um livro".
(Groucho Marx)
:-)

sábado, 31 de agosto de 2002

Ilha de SC vista do espaço
A Embrapa tem um belo banco de imagens de satélite do Brasil. O site da empresa traz amostras de alguns estados onde o levantamento já foi feito e indica como comprar o CD, que tem resolução maior. Selecionei essas de Floripa.



1 : 250.000

 

 
1 : 100.000

 


1 : 25.000 | Estou nesse ponto vermelho

sexta-feira, 30 de agosto de 2002

Cresce a população anglo-holandesa
Os amigos Philip Blazdell e Saskia de Boer anunciam a chegada do primeiro filho deles, Max, às 2h06 GMT. O menino nasceu com 7lb 13oz (3,5 kg). Mãe e filho passam bem. O pai precisa de uma bebida forte.

quinta-feira, 29 de agosto de 2002

"Much of writing might be described as mental pregnancy with successive difficult deliveries".
J. B. Priestley

segunda-feira, 26 de agosto de 2002

Sonho
Recebi essa ótima do Mutley:
Sonhei que era Deus. Sério. E tinha um monte de gente junto, tipo um era Satanás, outra era a enteada de Jesus, que não sei de onde apareceu. Não lembro quem era quem. Só lembro que eu era Deus. Sério. E aí, o que eu fiz? Fui prum show do Neil Young. Que lá, pelas tantas, por uma dessas que só acontece em sonho, virou jogo do Flamengo. O foda é que nem em sonho o cara tem paz, aí, lá pelas tantas, tá o Mengão perdendo de dois a zero pro Vasco. Quando o segundo gol saiu, virou todo mundo pra mim e eu falei "ô, raça, esse papo de onipotência é lorota. Os caras inventaram isso pra me dar mais moral, mas se eu pudesse fazer qualquer coisa que eu quisesse, vocês acham que o mundo ia ser desse jeito?"
*
Por falar em onipotência, em Pergunte ao pó (John Fante) o protagonista Arturo Bandini conta de sua chegada a Los Angeles aos 20 anos de idade, pra tentar ser escritor. O trocadilho só funciona em inglês, como observou o tradutor Paulo Leminski. Bandini diz:
"I was twenty then".
["Eu tinha 20 anos na época", mas também pode ser "Eu era 20 na época", uma sensação que todos nós já vivemos. Lindo, não? Aliás esse livro é extraordinário]

domingo, 18 de agosto de 2002

Lusitana
Belo blog da jornalista Inês Amaral, que vive em Braga, Portugal: A preto e branco

*
Vou viajar a trabalho por uns dias. Até a volta.

sábado, 17 de agosto de 2002

Três baleias francas passaram ontem pela costa leste da Ilha de SC. Um casal e um filhote.

Lei da Telefonia
Quando te ligam:
... Se você tem caneta, não tem papel.
... Se tiver papel, não tem caneta.
... Se tiver ambos, ninguém liga.
Quando você ligar números de telefone errados eles nunca estarão ocupados.
PARAGRAFO ÚNICO: todo corpo mergulhado numa banheira faz tocar o telefone.
[via Adauri]

Verdades
Mutley conta na Salinha do C.A. sobre algumas descobertas que fez em relação às mulheres:
Certa vez, por força de uma série de circunstâncias, eu estava na casa de uma amiga minha, com a qual eu não tinha nenhum envolvimento romântico-sexual. E descobri que é verdade. Enquanto esperam telefonemas, mulheres fumam, andam de um lado para outro da sala, enchem a boca de água, conjecturam se a pessoa não está ligando para o número errado e ficam irritadiças. E acabam elas telefonando. (...)

Repercussão
Comentário bem-humorado do carnívoro Mutley sobre a campanha do Greenpeace: "Acho que o problema maior nem é o fato da soja ser transgênica ou não. Sacanagem mesmo é misturar vegetal na comida das pessoas. Isso não se faz".

sexta-feira, 16 de agosto de 2002

Será que perdeu tudo?
Bela parceria Frank-Magrão. A piada surgiu com um escorrego de digitação - repare o V e o C lado a lado no teclado:

Serviço de Xarjincasa

quinta-feira, 15 de agosto de 2002

Impunidade no campo
Mais uma vítima da violência rural, informa a Contag: o delegado sindical Bartolomeu Morais da Silva, da Delegacia Regional do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Altamira, em Castelo dos Sonhos (PA), foi seqüestrado e assassinado com 12 tiros. Ele lutava contra a grilagem e violência dos poderosos locais. Vinha sendo ameaçado, mas as autoridades nunca tomaram qualquer providência. Morte anunciada.

quarta-feira, 14 de agosto de 2002

Florianópolis
Pra quem ainda não conhece essa história: o site do movimento Campeche Qualidade de Vida explica a origem do nome da capital de Santa Catarina.

Praga debaixo d´água

Reuters


Uma das cidades mais bonitas do mundo tá sendo castigada pela enchente do rio Vltava. A capital tcheca é um lugar de sonho. Estive lá duas vezes, a trabalho e mochilando. Guardo com carinho na memória as caminhadas ao acaso pelo seu centro histórico, os longos papos regados a cerveja com o amigo Herval, do consulado brasileiro. Fiquei triste de ver esse tesouro ameaçado de destruição.

segunda-feira, 12 de agosto de 2002

Ostras palavras



Amigos, ostra e cerveja, uma boa combinação. Esq.>dir.: Ana Paula, Neide, Adri, Pato (aniversariante), Lela, Dauro, André, Frank, Laura&baby, Preta, Alan, Bia e Angelita.

Da série lembranças aleatórias:
20 livros e autores que me encantaram
- Grande Sertão - Veredas (Guimarães Rosa)
- Histórias Extraordinárias (Allan Poe)
- Pergunte ao pó (John Fante)
- Cem anos de solidão (García Marquez)
- Reinações de Narizinho (Monteiro Lobato)
- Huckleberry Finn (Mark Twain)
- Lord Jim (Joseph Conrad)
- O falecido Mattia Pascal (Luigi Pirandello)
- O velho e o mar (Ernest Hemingway)
- O século das luzes (Alejo Carpentier)
- As flores do mal (Charles Baudelaire)
- O chamado selvagem (Jack London)
- O estrangeiro (Albert Camus)
- Cartas na rua (Charles Bukowski)
- O apanhador no campo de centeio (J.D. Salinger)
- O Alef (Jorge Luís Borges)
- Vidas secas (Graciliano Ramos)
- De ratos e homens (John Steinbeck)
- A casa dos espíritos (Isabel Allende)
- Memórias póstumas de Brás Cubas (Machado de Assis)

Novas formas de vida no jornalismo
Um link precioso na Universidade de Berkeley, onde o blog já é considerado parte do currículo do curso de jornalismo.

Clássicos baratos
Um Cervantes pelo preço de cinco cervas. Vale passar nas bancas. Cassiano Machado conta na Folha de SP:

Shakespeare, Dante Alighieri, Dostoiévski e companhia estão de volta às bancas de jornal de todo o Brasil. Esses titãs da literatura universal terão, a partir de hoje, algumas de suas melhores obras à venda, em edições de capa dura, por simpáticos R$ 9,90 cada. Trata-se da coleção "Obras-Primas", que a editora Nova Cultural está lançando com patrocínio da Cia. Suzano de Papel e Celulose. "Dom Quixote", de Miguel de Cervantes, dá largada ao projeto, que pretende levar às bancas um clássico a cada semana. No total, serão publicados 40 volumes, que percorrem o arco histórico que vai do épico "Odisséia", de Homero, de 800 a.C, até a peça "Seis Personagens em Busca de um Autor", de 1921, do italiano Luigi Pirandello, Nobel de 1934.

Antologia de frases ilhoas
Essa é da Adriane Canan, dedicada ao Frank e ao Pato (ler com sotaque ilhéu):
- Podes até tirar uma pessoa do Saco dos Limões, mas nunca vais tirar o Saco dos Limões da pessoa.

Barriga news
O menino completa 27 semanas hoje. Tá com 990 gramas e 34 centímetros. Já poderia sobreviver fora do útero em condições especiais, mas não tá a fim de se apressar não. Na noite passada ele se mexeu bastante e deu chutinhos nas minhas costas. Devia tar brincando de pular o cordão. Em breve mais fotos.

Entreouvido na rua
Parece que vai ser aberta uma pequena sala de cinema na Lagoa da Conceição. Com 40 lugares e a mesma programação do CIC. Se for verdade, viva! Já imagino uma típica tarde de sábado: happy hour com pôr-do-sol e em seguida, duas horas de sonho. Alguém confirma?

Civilization is a limitless multiplication of unnecessary necessities. [Mark Twain]

Zuenir Ventura volta a filosofar sobre os blogs em sua coluna no mínimo

domingo, 11 de agosto de 2002

Sabedoria indiana
"Há amor e Amor. Você ama sua família, mas não ama seu vizinho. Você ama seu filho ou filha, mas não ama todas as crianças. Você ama seu pai e mãe, mas não ama a todos da mesma maneira. Você ama sua religião, mas não ama todas as religiões. Você pode até não gostar de outras fés. Da mesma forma, você tem amor por seu país, mas não ama todos os países e, talvez, sinta animosidade em relação a diferentes povos. Portanto, esse não é o Amor real; é apenas amor limitado. A transformação desse amor limitado em Amor Divino é o objetivo da espiritualidade". (...)
Mata Amritanandamayi Devi
[via Nando]

Hoje é o meu primeiro dia dos pais.

Um grande garoto
Vi ontem About a boy. O filme, dirigido por Paul e Chris Weitz, é uma adaptação do livro do escritor inglês Nick Hornby, lançado em 1998 e que vendeu feito pipoca. Conta a história de Will, um sujeito hedonista, egocêntrico e sem problemas materiais, que se dedica a dar em cima de mulheres separadas com filhos. Até que ele conhece Marcus, um garoto de 11 anos que é um verdadeiro outsider. A vida dos dois se transforma. É uma mistura balanceada de comédia e relexão sobre temas como o consumismo e o sentido da vida. Gostei muito da adaptação. Hugh Grant confirma ser um ótimo ator, impressão que já tive em Quatro casamentos e um funeral. Preste atenção nas expressões faciais dele. Cada uma ajuda a definir o caráter do personagem e vale por páginas de texto do romance.

sábado, 10 de agosto de 2002

Novas rotas

Um de meus blogueiros preferidos, Fauquet, publicou esta foto e um comentário arguto sobre a publicidade no ônibus (in English et français).

S.O.S. Campeche



A comunidade do Campeche tá mobilizada contra a intenção da Base Aérea de Florianópolis de vender o antigo campo de aviação. O local tem interesse histórico - lá pousavam os pilotos que faziam o correio aéreo Paris-Buenos Aires na década de 20, entre eles o escritor Antoine de Saint-Exupéry. A intenção dos moradores é transformar o terreno em área pública de cultura e lazer.

Saudades do irmão do Henfil


Ontem, há cinco anos, morria Betinho, um grande brasileiro. Quando penso num exemplo de força e bondade, penso nele.

sexta-feira, 9 de agosto de 2002

Lendo: Bao chi, bao chi, de Luís Edgar de Andrade. O jornalista cobriu a guerra do Vietnã e conta como foi a experiência nesse ótimo romance - meio ficção, meio autobiográfico.
Ouvindo: Rádio DVeras, na Usina do Som. Botei um link aí na coluna da esquerda.

quinta-feira, 8 de agosto de 2002

O rei na barriga
Hoje fomos fazer o primeiro ultra-som em três dimensões. É uma técnica nova que permite ver o bebê com muito mais nitidez. Desde que ele colabore, o que não foi o caso. O menino cobriu o rosto com o braço e ficou de costas pro médico, acredita? :)

Kafkiano
Editorial indignado da Rede Globo lamenta a conclusão do inquérito sobre o assassinato de Tim Lopes. A polícia concluiu que ele foi o culpado. Hoje a governadora Benedita demitiu o delegado.

A importância das boas maneiras
Semana passada esbarrei sem querer no retrovisor do carro de meu vizinho de garagem no prédio. O troço caiu e ficou pendurado. Avisei pra ele e me propus a pagar o conserto se necessário. Ele disse que tinha só desencaixado e já tava tudo resolvido. Bem gentil o sujeito. Hoje reparei num adesivo novo atrás do carro dele: "Academia Cristóvão Cavalo - Jiu-jitsu." Nada como manter uma política de boa vizinhança...

quarta-feira, 7 de agosto de 2002

Caetano faz 60
Nando lista 60 músicas dele. Destaco seis:
- Você é linda
- Queixa
- Sampa
- Sina
- Um índio
- Terra

Burning woman
Nossa querida Gisele Losso Megui, uma das pessoas mais on the road que conheço, manda notícias da cidade dos anjos. Ela acaba de criar um blog. E conta que tá se preparando pro seu segundo Burning Man, uma comunidade temporária que se reúne no deserto pra fazer arte. O tema deste ano é "The floating world".

terça-feira, 6 de agosto de 2002

Cinema e sonhos
Cinco estrelas pra Waking Life, de Richard Linklater e equipe. Peguei na locadora sem grandes expectativas e, pra minha surpresa, é um dos melhores filmes de animação que já vi. A história acompanha um sonho do protagonista. Assim como naquela fábula do sábio chinês que sonhou que era borboleta, ele vive momentos tão envolventes que fica em dúvida sobre o que é de fato a realidade.

Blogs
Nando incluiu DVeras em Rede na lista de top 5 pro concurso do Picolinos. Muito honrado! Aí vai minha lista:
- WowBlog
- Coisas Bobas
- Criminal
- Omnimodo
- Catarro Verde

Bolsas na Inglaterra pra jornalistas
O Sindicato dos Jornalistas de SC dá o toque: estão abertas até 31 de dezembro as inscrições para o programa de bolsas de estudo oferecidas pela Fundanção Reuters na Universidade de Oxford, na Inglaterra. O objetivo é proporcionar aos jornalistas a oportunidade de pesquisar, participar de leituras, seminários, viagens de estudo e trabalhos sociais, relacionados aos temas terrorismo, reintegração de jovens transgressores e cobertura internacional da imprensa americana. Para disputar as bolsas é necessário ter no mínimo cinco anos de experiência, enviar currículo com 250 palavras, carta detalhando o interesse pelo estudo e a área escolhida, além de carta de referência da empresa na qual trabalha e de um profissional que o conheça.

Deu na AE: Jimmi Hendrix é eleito o melhor guitarrista de todos os tempos.

Hiroshima


Em 6 de agosto de 1945, Kengo Futagawa, 59 anos, atravessava a ponte Kannon em sua bicicleta, a caminho do trabalho no corpo de bombeiros. Seu relógio marca o momento exato da explosão. Ele pulou no rio, com muitas queimaduras. Depois conseguiu voltar pra casa, mas morreu no dia 22 de agosto.
Fonte: Hiroshima Archive

Au Brésil, des patrons qui votent «travailleur»
O Libération de hoje traz um artigo interessante sobre as eleições brasileiras e as chances concretas de vitória de um partido de esquerda.

segunda-feira, 5 de agosto de 2002

26ª semana
Guia do Bebê informa que os olhos estão bem abertos. Ainda é bem magro, mas já existe bastante gordura depositada no subcutâneo. Os movimentos ainda são visíveis e vigorosos. Sua pele ainda é vermelha. Continua bebendo o líquido amniótico e fazendo xixi. Já há fezes no intestino com resíduos ingeridos no líquido. O rosto está mais definido, a cada dia que passa, com as feições que terá quando nascer. O peso é de 800g e seu comprimento de 34,5cm.

O império dos sentidos
Giorgia conta como certa vez, em NY, foi salva pelo nariz.

Viu o debate na TV?
Lula se saiu melhor. Confiante e bem-humorado, se concentrou nas propostas. Serra ficou na defensiva, querendo ser ao mesmo tempo governo e oposição. Passou má impressão ao fugir de perguntas sobre a calamitosa administração FHC. Ciro foi eloqüente, mas me lembrou demais Fernando I. Garotinho, mesmo com toda a sua arrogância e messianismo, trouxe alguns momentos divertidos ao debate. E você, o que achou?

domingo, 4 de agosto de 2002

Álbum de família (by Leslie Paas):



sexta-feira, 26 de julho de 2002

Pausa
Amiga leitora, caro leitor: vou dar uma semana de descanso a você. Retorno no início de agosto. Tchau!

quinta-feira, 25 de julho de 2002

Diário da paternidade
Hoje foi o último dia do curso de grávidos. Visitamos a maternidade do Hospital Universitário, uma referência aqui nestas bandas. Agora já temos idéia de como vai ser a aventura. O ambiente é simples, bonito e eficiente. Paredes coloridas, pinturas de peixinhos. Atendimento humano, simpático e profi. Eles têm cadeiras pra parto de cócoras e dão o maior incentivo ao aleitamento materno, daí o título de "hospital amigo da criança". A gente se dividiu em dois grupos e percorreu todo o lugar. Me senti à vontade, mesmo quando vesti aquelas roupas cirúrgicas dos pés à cabeça.
Aí veio uma parte ótima, a merenda coletiva: tortas, biscoitos, frutas, suco. E a revelação do amigo secreto - invisível mesmo, pois o presente era dado aos bebês que tão nos úteros. Preenchemos um formulário de avaliação por escrito, onde dei nota dez e elogios mil à equipe do H.U.. Depois vieram as fotos de frente e de perfil - essa vai ficar muito boa -, mais umas dicas preciosas ("sigam o seu instinto") e os abraços de despedida. Experiência bonita a gente ter se encontrado toda quinta-feira por oito semanas com aquelas vinte e poucas barrigudinhas. Foi um período de crescimento pra mim - imagine pra elas... Já tá agendado um encontro pós-curso pra dezembro, junto com os filhotes.

Catarinas
Um blog bem barriga-verde. Se SC é o pedaço mais bonito do Brasil eu não sei. Mas como é o lugar onde vivemos e onde vai nascer nosso rebento, é o melhor lugar do mundo aqui e agora.

quarta-feira, 24 de julho de 2002

Dica de pesquisa
Um bom site pra quem procura informações sobre países: worldinformation

Dois hai-kais
(e aqui tem mais)

rio do mistério
que seria de mim
se me levassem a sério?
(Leminski)

Chuva fininha
Vidraça molhada
Café na cozinha
(Olegário Alfredo)

terça-feira, 23 de julho de 2002

Como mentir com estatísticas
Artigo de Robson Pereira no Estadão reflete sobre dica do matemático americano Darrel Huff: sempre que você estiver diante de números suspeitos, experimente fazer três ou quatro perguntas e avalie se ainda vale a pena acreditar neles.

Jornalistas da Web
Um blog coletivo sobre jornalismo online e assuntos relacionados: Ponto JOL

segunda-feira, 22 de julho de 2002

Brasil, laboratório da pós-modernidade?
Entrevista de Regina Teixeira com o sociólogo francês Michel Maffesoli na Caros Amigos.


24ª semana
O neném é uma miniatura dele mesmo, informa o Guia do Bebê. Tem tudo definido, com cabelos, unhas, sobrancelhas, cílios, orelhas bem formadas e no lugar, olhos bem colocados a frente do rosto , só que ainda não bem abertos. Como está cada vez mais gordo, seus movimentos já não são tão amplos. As suas brincadeiras continuam no seu mundo restrito. Podemos vê-lo brincando com o cordão. Com os pés, com as mãos e chupando o dedo. Tudo que você sentir que possa levar a estresse ele sentirá ( um susto, por exemplo) e se a mamãe está feliz ou triste, parece que é também percebido pelo bebê. Seu peso é de aproximadamente 540g. e seu comprimento de 31,5cm.

domingo, 21 de julho de 2002

Música pra crianças
Procura música de qualidade pro seu filhote? Dê um pulo no site Palavra Cantada. Os CDs desse grupo trazem um trabalho bonito de pesquisa nas raízes folclóricas e no imaginário infantil. Dá pra ouvir vários trechos de músicas.

Um grande garoto
Ainda não vi About a boy. Tou curioso pra conferir como adaptaram o hilário livro de Nick Hornby. É sobre um sujeito que não é propriamente má pessoa, mas um canalha egocêntrico e hedonista, que não trabalha porque herdou uma grana e se dedica a prazeres como comprar CDs e conquistar mulheres. Um dia resolve atacar no grupo de descasadas com filhos, e simula ser pai de um menino. Aí conhece o filho de uma das mulheres e sua vida se transforma. Hugh Grant faz o protagonista.

Viagem

Drica me dá o toque sobre o Guia Criativo para O Viajante Independente na América do Sul. O livro mostra que não é preciso ser rico pra viajar, basta planejar. Editora Trilhos & Montanhas, 880 páginas, R$ 54,00.

sábado, 20 de julho de 2002

Diálogos insólitos
1.
- Que bonitim! É neném ou neném?
- Neném.
- Ah, pensei que fosse neném.

2.
- O que você quer ser quando crescer, meu filho?
- Aposentado.

3.
- Dauro, Tuyama Laura?
- Deveras.

thanx João Camillo [1 e 2] e Botelho [3]

E.T. chegou
Não, nada a ver com Spielberg. É ETemístocles Bertoldo Júnior, amigão da época de adolescência em Natal. A gente não se via há uns oito anos, o tempo em que ele tá morando em SP. Veio passar uma semaninha na Ilha com mulher e filho. Vamos abduzi-los com ostras gratinadas, cerveja e, se o tempo permitir, praia.

Cinema e comentários
Finalmente um pouco de interatividade neste blog, já era tempo. Instalei a opção "comentários", é só você clicar aí embaixo e dar seu pitaco. Nando estreou com esta aguda observação: afinal, o melhor filme e' aquele que conta a melhor historia ou e' aquele que conta uma historia qualquer da melhor maneira possivel (excelencia cinematografica)? de se pensar. se for o primeiro, dá amelie. se for o segundo, da' mulholland. Respondo a este dilema tostines com mais perguntas: o que faz uma história ser melhor que outra? (gosto pessoal? estética em vigor?) e qual é a melhor maneira de contar? (gosto em vigor? estética pessoal?)

sexta-feira, 19 de julho de 2002

Vimos Mulholland Drive, de David Lynch. É um filme notável, tipo "ame ou odeie, mas fale de mim". O espectador vive a sensação estranha de saber que é sonho e ao mesmo tempo mergulhar na história como se fosse real. Aliás isso é a essência do cinema, mas no caso de David Lynch, levada ao extremo. Quem aprecia roteiros lineares, plausíveis vai sair frustrado do cinema. Já quem gostou de Memento e Eyes Wide Shut vai curtir. Há diversas pontas soltas e uma salada cronológica. Personagens que são apresentados e depois somem, como um prelúdio de suas interpretações em uma eventual parte 2. O tom incoerente é um mérito, mas também o ponto fraco. Mulholland Drive se equilibra entre a atração onírica de uma história de mistério e o cansaço que a insistência nessa linha provoca em duas horas e meia. Não é propriamente o tipo de filme que deixa sensação prazerosa ao final. Confesso que me senti aliviado em "acordar" e tomar um chope no Matisse. Mas é cinema de primeira. Faz a gente voltar pra casa se perguntando: "Mas o que foi mesmo que rolou entre aquela loira e aquela morena?" P.S.: Nando e esposa tavam lá conferindo pela segunda vez.

quinta-feira, 18 de julho de 2002

Lembrar Gênova
Recebi da coordenação do Fórum Social Mundial: começa nesta sexta-feira (19), às 18h30min, no Memorial do Fórum Social Mundial (Praça da Alfândega, s/nº - Centro - Porto Alegre/RS) a exposição Lembrar Gênova 2001. A atividade marca um ano do assassinato de Carlo Giuliani com a inauguração de um monumento, mostra fotográfica do 2º Acampamento Intercontinental da Juventude do Fórum Social Mundial (FSM) e apresentação do documentário Bella Ciao (Itália/2001) de Roberto Torelli.